offers hundreds of practice questions and video explanations. Go there now.

Sign up or log in to Magoosh GMAT Prep.

Qual Seria Uma Pontuação Boa Para o GMAT?

Preparar-se para o GMAT é difícil! Mas vale a pena. Uma boa pontuação no teste é essencial se você deseja entrar em um programa MBA de linha. Para as 10 melhores escolas de negócios dos EUA, é necessário obter pelo menos 715 pontos para competir.
 
Sob a perspectiva desse mínimo de 715, a maior pontuação que você pode ter no GMAT é 800. As seções de Verbal e Quantitativa também possuem uma escala de pontuação que vai até 800. Todas as notas do teste são uma média dessas duas seções. (Você recebe essas pontuações finais logo no dia do teste, imediatamente depois de tê-lo feito.)
 
Então você precisa, idealmente, de pelo menos 715 de 800 para as melhores escolas de negócios. Entretanto, mesmo nesses programas de linha, alguns candidatos são aceitos com notas menores que 715. E as preferências de pontuação para o GMAT nessas escolas podem mudar de um ano para o outro.
 
Qual seria uma boa pontuação no GMAT e quem define esses padrões obscuros e complicados? Pontuações boas e medianas no GMAT podem se diferenciar por apenas um ponto? As escolas de negócios concordaram com a definição única de uma pontuação boa e ruim em alguma Convenção Secreta Sobre Pontuações do GMAT para Escolas de Negócios?
 
what is a good gmat score
Quando discutimos sobre o que seria uma boa pontuação GMAT versus uma pontuação ruim, há muitas perguntas a se responder (veja acima). Mas a parte mais importante a se saber é que uma pontuação boa de GMAT para uma pessoa não é necessariamente a mesma para outra. Sua meta pode ser 10 pontos acima ou abaixo do seu amigo ou concorrente. Então a pergunta realmente é: Qual é uma boa pontuação no GMAT para você?
 
Antes de entrarmos na discussão de definir uma meta de pontuação no GMAT para você, vamos dar um passo para trás e discutir em termos mais amplos.

Pontuação GMAT: Percentis

O GMAT é pontuado de 200 a 800. Dois terços das notas dos estudantes ficam entre 400 e 600. De acordo com a GMAC, os caras que criam o GMAT, os percentis de pontuação do GMAT revelam a conexão entre as notas e os percentis de todos que fazem o teste. Para começar, aqui estão algumas das correlações entre a pontuação e o percentil.
 
A nota média do GMAT é 551.94.

PONTUAÇÃOCOLOCAÇÃO DO PERCENTIL
80099%
75098%
70089%
65076%
60059%
55043%
50030%
45019%
40011%
3506%
3003%
2502%
2000%

Tamanho da Amostra: 757,035
Desvio Padrão: 120.88
Período dos Dados: 2013 – 2015
Nota: O GMAC ainda não lançou os dados de percentis para 2016

 
Note que 780, 790 e 800 significam quase a mesma coisa no grande esquema das coisas. O que constitui uma “boa pontuação de GMAT” de alguma forma, depende do que você pretende.
 
Se sua pontuação foi acima de 600, você foi melhor do que a maioria das pessoas que fizeram o teste – sua nota está acima da média no GMAT, mas ainda não é perfeita. Se a pontuação foi acima dos 600, e certamente acima dos 650, isto é alto o suficiente para entrar em escolas relativamente respeitáveis. Mas e se você manteve sua meta mais alto ainda?

Qual é uma boa pontuação no GMAT para as melhores escolas de negócios?

Cada ano, a US News e a World Report classificam as “Melhores Escolas de Negócios”, e se você se cadastrar em alguma delas, pode ter a informação completa sobre essas escolas (matrículas, números de inscrição, pontuação média no GMAT, GPA médio para graduação, taxas de aceitação e porcentagem de estudantes empregados na graduação). Harvard e Stanford estão no topo da lista. A média de 2016 da pontuação do GMAT para estudantes dessas duas universidades é 725 e 733, respectivamente.
 
Lembre-se, essas são as médias de pontuação GMAT, o que significa que as notas individuais em cada uma dessas escolas pode tanto ser maior quanto menor do que isto. Se a sua nota no GMAT é, digamos, 740, então ela estaria acima da média para qualquer escola de negócios do mundo. Para as outras “dez melhores instituições”, a média da pontuação no GMAT está entre 715 e 733. Se você tirou acima de 710, sua nota está na área das escolas de elite e, acima de 750, sua nota é estratosfericamente alta. Neste ponto, as admissões em escolas de negócios dependem muito mais de outros aspectos da sua candidatura, especialmente de sua experiência profissional, suas referências, sua entrevista e suas redações. Uma pontuação alta, até perfeita, não irá ajudar se você não tiver nenhuma experiência profissional valiosa ou não conseguir ser convincente sobre si mesmo.
 
Para mais informações sobre a pontuação GMAT exigida para as melhores escolas de negócios, eu recomendo bastante dar uma olhada em nosso Infográfico de Pontuação GMAT para as Melhores Escolas de Negócios.
 
GMAT Scores for Top Business Schools Infographic

Pontuação perfeita no GMAT, pontuação média, ou entre as duas

Se você está atualmente nos 600, aumentar para 650 seria um grande passo – um empurrão do 59º percentil para o 76º. Se está entre em 680, então subir para 710 seria uma mudança enorme – atravessar o limite dos 700, saindo dos 25% para os melhores 10%.
 
MAS, se você já tirou entre 710-750, aumentar mais 30 pontos em sua pontuação não irá mudar tanta coisa para a sua candidatura – e se todo o sangue, suor e lágrimas extras que derramou para conseguir esses 30 pontos adicionais tiver sido tirado de todo o resto da sua candidatura, não vale a pena. Com um GMAT na zona dos 710-750, você já demonstrou abundantemente que suas habilidades acadêmicas são suficientes para prosperar em Wharton, Sloan ou Kellogg. Há outros aspectos que precisa demonstrar também.
 
Se você fez o GMAT uma vez e conseguiu mais do que 750, isto é ótimo. Se realizou o teste uma vez, conseguiu 720 e quer fazer novamente, em uma tentativa de aumentar sua pontuação, pense novamente. Há problemas de rendimentos decrescentes aqui.
 
Em termos simples, uma vez que sua nota no GMAT é maior do que 700, a caixinha ao lado de “realização acadêmica” está marcada. As escolas entendem que você sabe lidar com cargas acadêmicas – tanto um 720 quanto 770 estão no mesmo padrão. O que importa depois disso é se o resto da sua candidatura também está bem equilibrada – se você é um bom candidato para a escola ou se os recrutadores pensam que seu potencial de liderança é promissor. Assim sendo, então tudo que precisa no GMAT, mesmo para as melhores escolas, é algo na faixa de 700+. Se você não tem tudo equilibrado, adicionar 50 pontos para uma pontuação que já é alta não irá afetar em nada sua candidatura.
 
Uma vez que conseguir uma pontuação acima de 700 no GMAT, é uma insanidade gastar mais tempo tentando melhorar isso: nesse ponto, você já concluiu a fase do GMAT e deve trabalhar para fazer com que o resto de sua candidatura mostre que é um candidato equilibrado. Tirar 770 no teste é um artifício perfeito, mas se isto é a única coisa a seu favor, você é apenas uma pessoa “sem muitos talentos” com relação ao que as escolas de negócios se preocupam.

Quer uma nota melhor no GMAT?

E se chegar à estratosfera não é sua preocupação? Se você não faz ideia do seu próprio ponto inicial, eu sugiro começar com o Teste Diagnóstico Magoosh do GMAT.
 
E se a sua pontuação no GMAT está atualmente nos 600 e pouco, e você gostaria de aumentá-la para 600 e muito ou até 700 e pouco? Leia os artigos nesse blog gratuito e verifique nossas recomendações de referências. Nós temos uma série de esquemas de estudo que você pode achar útil – leia-os aqui. Também leia nosso resumo dos melhores livros e referências para o GMAT! Sua melhor pontuação pessoal não é necessariamente uma nota perfeita, mas é o que consegue fazer quando está completamente preparado e no seu jogo – isto é exatamente o que a Magoosh pode fazer para você!

Então, qual é uma pontuação boa no GMAT para você?

Definitivamente você precisa identificar a pontuação do GMAT exigida para conseguir entrar no seu programa alvo. Muitos estudantes se candidatam para escolas específicas, escolas seguras e escolas de alcance. No mínimo, você deve se candidatar para programas nos quais tenha uma chance razoável de entrar. Uma vez que tem a lista de escolas para as quais gostaria de se candidatar, faça uma pesquisa:

  • Identifique sua escola alvo
    • Pesquise os programas que está interessado em entrar e faça uma lista de escolas de negócios para as quais planeja se candidatar.
  • Pesquise os requisitos de candidatura aos programas
    • Vá para o site de admissão das escolas e descubra quais são seus requisitos de entrada. Faça anotações de importantes prazos de candidatura para que você saiba quanto tempo terá para se preparar para o seu GMAT e completar o resto dos requisitos
  • Pesquise a estatística sobre as turmas recentemente admitidas no programa
    • A faixa de pontuação do GMAT pode variar enormemente de um programa para outro. A maioria das escolas de negócios irá declarar abertamente a média da pontuação de admissão do GMAT de suas turmas mais atuais em seu site de admissão. Algumas até oferecem a faixa de percentis para a turma mais atual. Comece daí. Você pode sempre se inscrever na US News e no World Report para conseguir mais informações, se não achar gratuitamente.
  • Fale com estudantes atuais e com o comitê de admissão
    • Além de saber mais sobre o programa e a cultura da escola, falar com os estudantes atuais e com os recrutadores pode ajudar a entender melhor o processo de admissão. Talvez o programa escolhido dê mais importância para sua redação e cartas de recomendação do que para uma pontuação do GMAT nos melhores 20%. Ou talvez você realmente precise de uns 710 para entrar. De qualquer jeito, é útil saber como as coisas funcionam.
  • Defina sua pontuação-alvo no GMAT
    • A fim de aumentar suas chances de admissão, você deve focar em uma nota no GMAT maior que a média da turma atual admitida. Se está atingindo o 75º percentil dos estudantes, então você está em boa forma. Se está entre o 50º percentil, é necessário ou tentar uma nota maior ou gastar mais tempo aperfeiçoando o resto da sua candidatura.
  • Prepare-se com a sua meta de pontuação no GMAT em mente
    • Determine sua pontuação base, inscreva-se em um curso de preparação, comece a usar um esquema de estudos, faça testes práticos cronometrados e tenha certeza de focar sua energia nos seus pontos fracos, e não em reafirmar seus pontos fortes.

Pontuação GMAT: Resumo

Quem diria que determinar uma “boa nota de GMAT” seria um desafio para si mesmo? Felizmente, agora você tem uma ideia de como ela é atingida, e pode pesquisar suas escolas alvo e definir uma meta para a pontuação no GMAT.
 
Então conte-nos: qual é a sua aspiração para a pontuação no GMAT? Quais são seus planos para o teste e para a escola de negócios? Quais têm sido suas experiências no processo de candidatura para a escola? E quanto a fazer o GRE em vez do GMAT? Dê uma olhada na conversão da pontuação do GMAT para GRE para ver onde se classificaria. Nós adoraríamos saber de você nos comentários abaixo!
 
 
Nota do Editor: Esta postagem foi originalmente publicada por Mike McGarry em fevereiro de 2013, e foi recentemente atualizada por Rita Kreig para atualização, precisão e abrangência.
 
 
Esta postagem apareceu originalmente em inglês no Magoosh blog e foi traduzida por Jonas Lomonaco.

By the way, sign up for our 1 Week Free Trial to try out Magoosh GMAT Prep!

No comments yet.


Magoosh blog comment policy: To create the best experience for our readers, we will only approve comments that are relevant to the article, general enough to be helpful to other students, concise, and well-written! 😄 Due to the high volume of comments across all of our blogs, we cannot promise that all comments will receive responses from our instructors.

We highly encourage students to help each other out and respond to other students' comments if you can!

If you are a Premium Magoosh student and would like more personalized service from our instructors, you can use the Help tab on the Magoosh dashboard. Thanks!

Leave a Reply

Share
Tweet
Share
Pin